Fazendo Arte

Fazendo Arte

27 de jul de 2011

Colesterol alto

Meu colesterol está muito alto.. fiquei preocupada e amigas me indicaram essa postagem do site Portais da Moda, achei muito interessante e resolvi postar aqui. Me ajudou muito!
Obrigada Kaká, Cris, Gabi, Lu e outras amigas pelas dicas maravilhosas.




    Todo mundo fala de colesterol - que ele traz problemas ao coração, que não pode comer isso, não pode comer aquilo... mas você sabe direito porque ele faz mal?

  Em primeiro lugar: um nível de colesterol no sangue superior a 240 mg/dL eleva, sim, os riscos de uma pessoa ter doenças do coração (que podem levar ao infarto), e também de ter derrame cerebral e outros problemas circulatórios, como trombose.

  Isto acontece porque essas doenças são causadas por aterosclerose (quando substâncias gordurosas se acumulam nas artérias, estreitando ou entupindo-as).

  É por isso que devemos limitar o consumo de alimentos que contenham colesterol. Mas não basta cortar a gordura, é preciso manter uma dieta de baixa caloria, porque todo nutriente em excesso é transformado em gordura dentro do corpo.

  Como os sintomas do colesterol alto só são percebidos quando começam as complicações, é importante monitorar sempre os níveis de colesterol através de exames de sangue. Além disso, consulte sempre seu médico. Ninguém melhor que ele para orientá-lo sobre como cuidar da saúde.



Retirado do site: Portais da Moda

Alimentos que combatem o Colesterol alto

Alimentos que combatem o Colesterol Alto

Prefira pizzas de vegetais.. Foto:Divulgação

O colesterol alto é um mal que acomete muitas pessoas.
Saiba quais alimentos ajudam a combatê-lo.
  
   Existem pessoas que acham que o colesterol é algo totalmente negativo em suas vidas. Porém, ele é algo fundamental para o nosso organismo, pois o colesterol é um composto que “calibra” naturalmente as células beneficiando as trocas entre elas e ainda ajuda na produção da bílis e dos hormônios sexuais.

   Mas o problema do colesterol surge por causa das altas taxas de LDL, a proteína que ajuda a transportar ele no nosso organismo. E quando esta proteína não consegue levar todo o colesterol, este deixa resíduos, que com o tempo formam placas de gorduras prejudiciais ao organismo. Apenas o HDL, outra proteína importante para o nosso organismo, é que consegue remover o excesso de colesterol no sangue, evitando o entupimento das artérias. O ideal é que os números de LDL estejam baixos e os de HDL altos, afirma a cardiologista da Unifesp Maria Tereza Manzoli. Estes números são medidos de acordo com os valores máximos e mínimos do sangue, o estilo de vida que a pessoa leva (sedentária ou não), e seu peso.


   Todos que possuem colesterol alto necessitam ter uma boa alimentação, principalmente uma dieta rica em gordura monoinsaturada, frutas, verduras, legumes, fibras e grãos integrais. Mesmo não tento uma receita milagrosa para isto, o consumo de alimentos específicos, juntamente com hábitos saudáveis, beneficiam a redução do colesterol “ruim” (LDL) e o aumento do “bom” colesterol (HDL).

   No café-da-manhã, quase ninguém resiste a um pão francês quentinho, não é? Porém, trocar este pão pela versão integral pode beneficiar a diminuir o seu colesterol. A massa do pão integral traz uma grande dose de fibras, substâncias importantes pois provocam a proliferação das bactérias no intestino, favorecendo o bom funcionamento do mesmo. Algumas dessas bactérias, se bem nutridas, fabricam uma substância chamada propionato, que auxilia nos níveis de gorduras na circulação. E que tal trocar o leite integral pelo desnatado? O leite desnatado vai garantir mais cálcio, e menos gordura ao nosso organismo, pois o integral possui mais ácidos graxos saturados, que, em excesso, aumentam os níveis de LDL.

Azeite de oliva combate o LDL. . Foto:Divulgação
   Na preparação dos alimentos é possível mudar o óleo de soja pelo o azeite de oliva, pois este tem doses boas de ácidos graxos monoinsaturados, que não aumentam as taxas de LDL e ainda ajuda a aumentar consideravelmente os níveis de HDL. Ainda, segundo Jorge Mancini, diretor da Faculdade de Ciência Farmacêutica da Universidade de São Paulo, o azeite possui os compostos fenólicos que evitam a oxidação do colesterol, um fato que propicia a formação das placas de gordura.


   Quando você receber alguns amigos em casa, procure trocar os salgadinhos e biscoitos, que possuem gorduras trans em sua receita, por petiscos como castanhas e nozes. Pois eles possuem as gorduras monoinsaturadas, que ajudam a combater o LDL e aumentam os níveis de HDL. Já em uma pizzaria, porque não trocar a pizza de mussarela por uma de vegetais? Pois as camadas de queijos têm gordura saturada, que é um agente que aumenta o LDL.


   E no momento da sede, prefira o suco de uva (com casca) natural, pois é nele que o coração encontra um parceiro, o resveratrol. Essa substância ajuda na redução do colesterol e ainda tem função oxidante. O resveratrol não é exclusivo do vinho, pois o suco de uva natural também o disponibiliza para o organismo.


Suco de uva ajuda no combate ao colesterol alto.. Foto:Divulgação

   Além de trocar os hábitos alimentares, você pode se beneficiar de alguns alimentos para combater o colesterol alto. Como já falamos, as castanhas e as nozes são ótimas contra o colesterol alto, mas além destas duas podemos incluir as avelãs, amêndoas e o pistache. Segundo pesquisas da Universidade Park, do Estado do Texas, EUA, esses alimentos, se consumidos cinco vezes por semana, reduzem o risco de males cardíacos entre 25% e 39%, pelo fato de conterem gorduras insaturadas. O alho e a cebola também são importantes para o combate do colesterol alto, pois o alho possui compostos sulfurados, que reduzem a pressão arterial e as taxas de LDL e também impedem que o colesterol grude nas paredes das artérias. Já a cebola diminui a obstrução dos vasos sanguíneos e a formação de placas de gorduras.

Maçã auxilia na redução do colesterol ruim.. Foto:Divulgação




   As frutas cítricas como laranja, morango, goiaba e kiwi possuem a vitamina “C”, fundamental para o coração. Essa vitamina reforça as paredes das artérias e combate a formação das placas de gorduras. Além destas frutas, o abacate também beneficia o combate ao colesterol alto, pois é rico em gordura monoinsaturada, que auxilia nas taxas do HDL, o colesterol “bom”.

   Consumir chocolate preto, assim como a cebola diminui a obstrução dos vasos sanguíneos. Este tipo de chocolate possui os flavonóides, substâncias capazes de reduzir o colesterol “ruim” (LDL). Pesquisas feitas na Universidade da Pensilvânia (EUA) averiguaram que ao consumir 38 gramas de cacau em pó ou chocolate amargo todos os dias podem reduzir as taxas de LDL em 4% e elevar os níveis de HDL em 4%. O chocolate deve ser consumido sem exagero, apenas em pequenas porções.

   A aveia, o feijão, maçã, cenoura, goiaba e os cereais, são fibras solúveis que auxiliam na remoção do colesterol ruim do corpo. Além das fibras, o tomate, é capaz de livrar as artérias do LDL ( colesterol ruim), pois ele cheio de licopeno (encontrada também na melancia e goiaba) pigmento vermelho que tem propriedades antioxidantes.

   A alimentação ainda é o melhor caminho para combater o colesterol alto. Mas, praticar exercícios físicos também é importante, pois ajuda na prevenção de doenças cardíacas e diminuem os riscos de surgimento do colesterol alto.







Heloisa Pereira Oliveira

Equipe de Redação Portais da Moda Departamento de Saúde

Portais da Moda Dicas de saúde e beleza

15 de jul de 2011

Mais três revistas

Espero que gostem... está no meu 4shared
beijocas 






Pai começa o começo!

Amei essa mensagem que ganhei, não sei a autoria

" PAI, COMEÇA O COMEÇO!" 



   Quando eu era criança e pegava uma tangerina para descascar, corria para meu pai e pedia: - “pai, começa o começo!”. 
   O que eu queria era que ele fizesse o primeiro rasgo na casca, o mais difícil e resistente para as minhas pequenas mãos. 
   Depois, sorridente, ele sempre acabava descascando toda a fruta para mim. Mas, outras vezes, eu mesmo tirava o restante da casca a partir daquele primeiro rasgo providencial que ele havia feito.

   Meu pai faleceu há muito tempo (e há anos, muitos, aliás) não sou mais criança. 
   Mesmo assim, sinto grande desejo de tê-lo ainda ao meu lado para, pelo menos, “começar o começo” de tantas cascas duras que encontro pelo caminho. 
   
   Hoje, minhas “tangerinas” são outras. 
   
   Preciso “descascar” as dificuldades do trabalho, os obstáculos dos relacionamentos com amigos, os problemas no núcleo familiar, o esforço diário que é a construção do casamento, os retoques e pinceladas de sabedoria na imensa arte de viabilizar filhos realizados e felizes, ou então, o enfrentamento sempre tão difícil de doenças, perdas, traumas, separações, mortes, dificuldades financeiras e, até mesmo, as dúvidas e conflitos que nos afligem diante de decisões e desafios.


   Em certas ocasiões, minhas tangerinas transformam-se em enormes abacaxis......


   Lembro-me, então, que a segurança de ser atendido pelo papai quando lhe pedia para “começar o começo” era o que me dava a certeza que conseguiria chegar até ao último pedacinho da casca e saborear a fruta. 
   
   O carinho e a atenção que eu recebia do meu pai me levaram a pedir ajuda a Deus, meu Pai do Céu, que nunca morre e sempre está ao meu lado.

   Meu pai terreno me ensinou que Deus, o Pai do Céu, é eterno e que Seu amor é a garantia das nossas vitórias.

  Quando a vida parecer muito grossa e difícil, como a casca de uma tangerina para as mãos frágeis de uma criança, lembre-se de pedir a Deus:

  “Pai, começa o começo!”

  Ele não só “começará o começo”, mas resolverá toda a situação para você.

  Não sei que tipo de dificuldade eu e você estamos enfrentando ou encontraremos pela frente neste ano. 
  Sei apenas que vou me garantir no Amor Eterno de Deus para pedir, sempre que for preciso: 

 “Pai, começa o começo!”