Fazendo Arte

Fazendo Arte

Vila dos Cabanos - Barcarena

Vila dos Cabanos - Barcarena
Fiz uma pequena pesquisa sobre a cidade onde moro,  algumas amigas sempre me perguntam como é.. então coloco algumas coisas do que encontrei aqui. Gosto muito daqui acho a cidade tranquila, gostosa de se viver!

Mapa via satélite:

Vila dos Cabanos fica na letra A
Exibir mapa ampliado



Vista da Praia do Caripi





Vista do Porto de Barcarena:

HISTÓRIA DA CIDADE
  Os primeiros habitantes foram os índios Aruans, os mesmos que, durante o período da colônia, foram catequizados pelos padres jesuítas, elevando, posteriormente, o povoado à categoria de freguesia, sob a invocação de São Francisco Xavier de Barcarena, no ano de 1758, não havendo registros históricos mais exatos.
  O historiador Theodoro Braga refere que, antes de 1709, as terras hoje ocupadas pelo Município de Barcarena eram conhecidas pelo nome de Fazenda Gebirié e, mais tarde, como “Missão Geribirié”, de propriedade dos padres jesuítas, antes de converter-se em Freguesia de São Francisco Xavier de Barcarena.
  Sua elevação à categoria de vila aconteceu mediante a promulgação da Lei Estadual nº 494, de 10 de maio de 1897, ocorrendo sua instalação a 2 de janeiro de 1898, segundo estava determinado pelo Decreto nº 513, de 13 de dezembro de 1897.
  Sua história se acha bastante vinculada, até os primeiros trinta anos de século XX, aos acontecimentos políticos-administrativos e territoriais do Município de Belém. No Decreto-Lei de nº 2.972, de 31 de março de 1938, a denominação oficial do lugar aparece como Barcarena, considerada simplesmente como distrito da jurisdição de Belém. Pelo Decreto-Lei Estadual nº 3.331, de 31 de outubro de 1938, Barcarena perdeu o território da área do Caeté, em favor do município de Mojú.
  Somente mediante a promulgação de Decreto-Lei Estadual nº 4.505, de 30 de dezembro de 1943, Barcarena foi reconhecida como Município do Estado do Pará, fixando seus limites e sua localização geográfica. Em 1956, foram reconhecidos como seus distritos Barcarena e Murucupi, com os quais configura seu território até hoje. 


Significado do Nome


Os seus historiadores referem-se que o nome desse município se originou da presença, no assentamento populacional, de uma grande embarcação que havia sido batizada como “Arena”, e à qual os habitantes do lugar chamavam de barca. A junção das duas palavras fez com que a localidade ficasse conhecida como Barcarena.

Aniversário da Cidade




30 de Dezembro


   CARACTERÍSTICAS

  Clima 
  Quente e úmido

  Temperatura Média
  27° C

   hspace=0 TURISMO

  A cultura da cidade de Barcarena, no Estado do Pará, é composta por elementos que encantam e enrriquecem sua história. Cidade berço da Cabanagem, tem a Paixão que é de Cristo e também do povo. Tem o Círio de Nossa Senhora de Nazaré e o de São Francisco Xavier, o Padroeiro do lugar, o Festival do Abacaxi, do Caranguejo, do Peixe e do Açaí.
 Tem também Mestre Vieira, o criador da Guitarrada, que percorre muitos países para mostrar um pouco de nossas veias artisticas, estimulando muitos outros músicos desta terra.



Principais Pontos Turísticos

Rio Moju
Rio que faz divisa de Barcarena com o Município de Acará, é navegável da Vila Soledade (PA) (km 160) e de 2m até Santa MAria (PA) (km 247)
Rio Arienga
Rio que faz divisa de Barcarena com o Município de Abaetetuba
Igarapé Cabresto
Igarapé que faz divisa de Barcarena com o Município de Moju.
Rio Acará
Rio que abriga algumas das ilhas mais visitadas pelos turistas e praias que aparecem durante a maré baixa. É navegável até a cidade de Acará, no Jm 90, onde há travessia de balsa.


Praias
Praia de Vila do Conde
Praia do Caripy
Praia de Carnaoijó
Praia de Itupanema
Praia de Maruim
Praia de Cuipiranga
Praia de GUajarina
Praia do Paraíso
Praia da Boa Morte
Praia de Sirituba
Praia de Urucuriteua
Praia de Areal


Baías
Baía de Marajó
Baía Carnapijó


Ilhas
Ilha Trambioca
Ilha de Itupanema
Ilha de Arapiranga
Ilha das Onças


Igreja Matriz de Nossa Senhora de Nazaré
Construção em estilo simples, abriga a imagem de Cristo crucificado com 3 m de altura e a imagem de Nossa Senhora de Nazaré em gesso. Guarda os restos mortais do líder cabano, cônego Batista Campos
Localização: Av. Cronge da Silveira



Igreja de São Francisco Xavier
Construção da época da Cabanagem, conserva suas linhas originais
Localização: Vila de São Francisco



Igreja de São João Batista
Construção de 1863, feita pelos jesuítas e indógenas, conserva suas linhas originais
Localização: Vila do Conde

Retirado do site:  Férias Tur

Company Town construída para servir de moradia aos funcionários da ALBRAS/ALUNORTE

Inicialmente a cidade foi construída para moradia dos funcionários da empresa Vale.. então todas as casas eram nesse estilo... sem muros

                                    
Com o tempo, as casas foram vendidas aos funcionários que mudaram seu estilo, ampliando e murando.
É uma cidade com boa infraestrutura, praças, com um nível muito bom na educação e cursos variados oferecidos à população.

Imagens da Praia do Caripi:

    



    




     



      



       

Espero que tenham gostado... tirei as fotos da net.
beijocas
Lea

Se quiserem saber mais da história da cidade (sobre o movimento Cabanagem) e ver mais fotos: igarapés, fauna e flora... veja aqui:

Aqui um vídeo com a travessia sobre o rio Moju... ponte na Alça viária... vale a pena conferir